Olá meus queridos e queridas do ecossistema mais lindo que esse Brasil já viu, tudo bonzim?
Iniciamos nosso blog falando sobre um assunto que muito nos orgulha por aqui: a segurança e a eficiência do nosso sistema de acesso.

O SOHO é o único Centro de Inovação que desenvolveu seu próprio sistema de acesso \0/ Nossa catraca captura o nome de nossos membros e visitantes sem check-in e check-out, associados a uma mensagem de boas-vindas e despedida, legal né?
Batemos um papo com o nosso Cofundador e também desenvolvedor do sistema, Christian Ruppenthal, confira:  

1 - De quem foi a ideia de fazer um sistema próprio? Por que escolher fazer e não comprar um sistema pronto?

A ideia foi minha. Na época, estava buscando um sistema facilmente integrável, já que poderia usar um sistema paralelo para gerenciar o Centro de Inovação como um todo. Também deveria ser fácil de instalar e usar a comunicação sem fio de preferência. Como não encontrei nenhuma solução no mercado com essas características, decidi contratar um engenheiro para me ajudar a desenvolver o sistema do zero.

2 - Como foi o processo de execução do sistema e quanto tempo demorou para ficar pronto?

Eu já tinha conhecimento sobre microcontroladores por causa da minha experiência no desenvolvimento de drones, mas precisava de uma ajuda na parte de hardware. Com a entrada do engenheiro eletricista, eu tinha todas as peças para criar o produto. O processo de desenvolvimento demorou cerca de seis meses, desde a criação do hardware que seria usado, ao sistema,  gerenciamento de todos os pontos de acesso e à integração com o sistema SOHO. Em paralelo, também efetuei a automação do funcionamento das salas de reunião e iluminação do SOHO.

3 - Teve algum feedback dos membros do SOHO?

Acho que o maior feedback positivo é dos membros residentes que podem acessar o espaço 24 horas por dia e também aos finais de semana e com segurança. Outro feedback relevante é que contabiliza os planos de horas de coworking.

Em breve, traremos mais conteúdos sobre tecnologia, inovação, do nosso ecossistema, uma Rede de Inovação de Florianópolis, eventos, startups, iniciativas relevantes e pessoas, já  que são elas o nosso propósito.

Beijos, até a próxima!

0 comentário(s)